Moradores de Goiânia desmascaram Fórum Empresarial na Câmara

Cartazes no plenário da Câmara agradecem à prefeitura por promover justiça fiscal e cobrar mais dos ricos

Cartazes agradecem à prefeitura

Cartazes agradecem à prefeitura

Moradores de diversos setores de Goiânia foram à Câmara Municipal prestar apoio aos vereadores que estão apoiando o projeto de atualização da Planta de Valores Imobiliários (PVI).

Após investidas e ataques de empresários que ameaçaram a soberania do Poder Legislativo, associações de moradores e contribuintes que não serão afetados estenderam cartazes e faixas em apoio à proposta — que será votada em definitivo na manhã desta quarta-feira (2/12).

O empresariado é contra porque haverá aumento de IPTU/ITU apenas para imóveis localizados em bairros nobres e, especialmente, em condomínios fechados. São terrenos, casas e apartamentos que valem centenas de milhares de reais, mas estão subvalorizados na PVI — que não é atualizada há dez anos.

De forma irresponsável e pensando apenas nesse pequeno grupo (de aproximadamente 17% de contribuintes com alto poder contributivo), o Fórum Empresarial tem disseminado informações tergiversadas e ameaçado vereadores que votaram a favor da proposta.

Segundo informaram, espalharão 50 mil outdoors pela cidade para constranger vereadores, na tentativa de enganar a população de que eles votaram a favor de aumento de IPTU/ITU. No entanto, 80% da população goianiense não terá aumento, apenas correção do índice inflacionário — que é feito por lei federal.

Moradores criticam vereadores que apoiam o voto contrário

Moradores criticam vereadores que apoiam o voto contrário

Vereadores que não têm medo de enfrentar o Poder Econômico, como Paulo Magalhães (SD), avisaram que eles não mandam na Câmara Municipal e que a prefeitura faz bem, cobrando dos mais ricos e isentando os mais pobres.

Carlos Soares, líder do prefeito, convenceu os colegas de que a proposta promove justiça social e que não se pode ficar “defendendo Alphaville”.

Já vereadores da oposição, como Thiago Albernaz, Geovani Antônio e Tayrone di Martino (todos do PSDB), tentam politizar o debate, na tentativa de inviabilizar a gestão do prefeito Paulo Garcia, que é do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.