“Monitoramento vai educar e evitar mortes no trânsito”, garante Marconi

Governador de Goiás usou as redes sociais para defender sistema de segurança nas estradas estaduais

Em mensagem postada nas redes sociais, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), esclareceu as medidas de acompanhamento do tráfego nas rodovias estaduais realizadas pela Agetop (Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas) a partir da Central de Monitoramento.

“O objetivo não é arrecadar, é educar para que a gente possa ter paz no trânsito”, rebateu o tucano, em vídeo gravado para os internautas, observando que o principal foco é a preservação da vida de motoristas, ciclistas e pedestres.

Marconi destacou que a Central de Monitoramento visa garantir a segurança de condutores e pedestres, o que inclui à prevenção e repressão a roubos e assaltos. “O objetivo da política de monitoramento da Agetop nas estradas é educativo, é evitar acidentes e mortes, enfim, é orientar os motoristas no sentido de evitar inclusive assaltos”, completou.

“Com esse monitoramento nós já conseguimos detectar muitos roubos, muitos assaltos e muita violência, principalmente violência no trânsito, que é um dos fatores que mais causam mortes no Brasil”, lembrou.

“Parece até que temos uma guerra no Brasil, com tantas mortes registradas no trânsito. Então, o objetivo não é arrecadar, é educar para que a gente possa ter paz no trânsito”, insistiu.

Inaugurado no dia 5 de junho, o Centro de Controle, Operação e Fiscalização das rodovias (CCOF) acompanha 24 horas por dia o tráfego na GO-020, trecho BR-153-Autódromo; na GO-040, Goiânia-Setor Madre Germana; na GO-060, Goiânia-Trindade e na GO-403, Goiânia-Senador Canedo. São 35 câmeras registrando em tempo real infrações, roubos, e causas de acidentes, com o objetivo de prevenir acidentes.

Veja:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.