Missionário é morto a flechadas por tribo indígena

Vítima já teria tentado contato com aborígenes outras cinco vezes

Foto: Reprodução

Um missionário americano de 27 anos foi morto a flechadas, após entrar em uma ilha da Índia ocupada por uma tribo indígena que vive isolada. John Allen Chau invadiu o local, onde é proibida a entrada de visitantes, para apresentar o cristianismo aos indígenas.

Segundo o jornal “Andaman Sheekah”, o missionário já teria tentado contato com os indígenas outras cinco vezes. Apesar de o caso ser tratado pela polícia local como homicídio, os indígenas não poderão ser indiciados por serem imputáveis segundo as leis locais. Já os pescadores que levaram Chau à ilha foram detidos.

O corpo do missionário da International Christian Concern foi abandonado em uma praia e encontrado por pescadores em North Sentinel, que faz parte do remoto arquipélago de Andamã e Nicobar. A embaixada americana na Índia está acompanhando o caso.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.