Missão lançada pela Nasa neste sábado irá explorar ‘fósseis do Sistema Solar’

A missão foi batizada de “Lucy” em homenagem a ancestral humana fossilizada, cujo esqueleto forneceu uma visão única sobre a evolução da humanidade

Esta fotografia feita do lançamento em Cabo Canaveral foi realizada com 2min30 de exposição ao lançamento de Atlas V | Foto: NASA/Bill Ingalls

Neste sábado, 16, às 06h30 (horário de Brasília), a Agência Espacial Americana (Nasa) lançou o foguete Atlas V levando a missão Lucy que irá explorar os asteroides troianos de Júpiter. A missão irá durar 12 anos e tem como objetivo visitar vários dos objetos que orbitam o maior planeta do Sistema Solar. A investigação ajudará a desvendar a origem e a evolução do nosso sistema planetário.

Serão oito asteroides observados a partir de 2025, quando Lucy sobrevoará um objeto situado entre Marte e Júpiter, antes de visitar outros sete corpos na região de Troia até 2033. O maior dos asteróides tem 95 quilômetros de diâmetro. 

Lucy passará os próximos seis anos cruzando o sistema solar, dando voltas ao redor da Terra duas vezes a fim de acumular impulso suficiente para chegar a Júpiter. Os pesquisadores acreditam que os asteroides troianos são “cápsulas do tempo” cósmicas, pois são capazes de preservar a história do sistema solar sem interferência de fatores externos. Os cientistas esperam que estudá-los possa lançar mais luz sobre a origem do sistema solar e como os planetas gigantes se formaram.

A missão foi chamada de Lucy em referência ao fóssil de australopiteco descoberto na Etiópia em 1974, que ajudou a esclarecer a origem da humanidade. A Nasa pretende agora esclarecer a evolução do sistema solar. A nave carregará um diamante que medirá a luz infravermelha, o que vai ajudar a determinar a temperatura na superfície dos asteroides.

Conceito artístico da espaçonave Lucy no asteroide Troiano | Foto: NASA/Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.