Miss Bumbum vira destaque internacional após tatuar Donald Trump nas costas e pedir paz

Érika Canella disse que muitos podem odiá-la pela estranha homenagem, mas alega ter bons motivos. Ao “The Sun”, ela disse que acha o empresário um homem atraente

Reprodução

Vencedora do Miss Bumbum 2016, a modelo Érika Canella, de 24 anos, se tornou destaque da mídia internacional após resolver tatuar em suas costas o rosto do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump. Ao britânico “The Sun”, a jovem diz que o inusitado desenho é “um sinal de bandeira branca” e “um pedido de mais amor e solidariedade”.

Érika também contou ao jornal que considera Trump um homem inteligente. “Por um lado repugnante, mas por outro extremamente atraente”, diz.

A jovem que tem como principal atributo de seu currículo o quadril de 107 cm comentou em sua conta no Instagram a publicação do “The Sun” e disse saber que muitos irão odiá-la, mas reforçou que a tatuagem não é nada mais que uma bandeira branca de “uma latina, mulher, que não conhece os USA”.

“Assisti a um discurso de uma atriz, e sou sincera, não sou fã de cinema, mas ela me chamou atenção ao dizer que violência gera violência. Quero que este ato possa ser capaz de dizer paz”, completou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.