Ministro da Saúde anuncia custeio anual de R$ 92 milhões para manutenção do Hugol

Arthur Chioro participou da inauguração do complexo na manhã desta segunda-feira (6/7) ao lado do governador Marconi Perillo e outras autoridades

Foto: Reprodução/Facebook

Leonardo Vilela, secretário de Saúde de Goiás (esquerda); governador Marconi Perillo; Arthur Chioro, ministro da Saúde; e Fernando Machado, secretário de Saúde de Goiânia | Foto: Reprodução/Facebook

O Ministro da Saúde, Arthur Chioro, anunciou durante a inauguração do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) na manhã desta segunda-feira (6/7) que o governo federal vai contribuir, neste primeiro momento, com R$ 32 milhões para o custeio do complexo e, quando o hospital estiver funcionando em plena capacidade, com quase R$ 92 milhões por ano.

“O governo federal — e essa foi uma clara determinação da presidente Dilma  Rousseff — não poderia deixar de participar deste esforço de melhorar o Sistema Único de Saúde aqui no Estado de Goiás”, disse Chioro. Ele afirmou ainda que a contribuição da União é importante devido aos gastos anuais para manutenção, que serão próximos aos gastos para construção e equipação  do Hugol.

O ministro classificou o Hugol como um marco e afirmou que o sucesso do complexo é garantido caso continue acontecendo integração na rede de saúde pública do Estado com o município e a União. Marconi Perillo também destacou a importância da participação do governo federal.

“Isso tudo nos impulsiona a avançarmos mais em direção à viabilização da construção de outros hospitais”, disse o governador, citando as cidades de Uruaçu, Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas e Valparaíso. Ele garantiu ainda que dez unidades de atendimento de emergência serão inauguradas até o final de sua gestão.

Durante discurso, o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, elogiou o governador Marconi Perillo, dizendo que ele é um gestor visionário e obstinado e que nenhum outro governador investiu tanto em saúde quando ele. Jayme também agradeceu à equipe da Agetop, que foi responsável pelas obras do complexo, e afirmou esperar que o Hugol seja padrão para obras futuras.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.