Ministro barra nomeação de Alexandre Ramagem para diretoria-geral da PF

Posse de Ramagem estava marcada para a tarde desta quarta-feira, 29

Ministro Alexandre de Moraes | Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a indicação de Alexandre Ramagem para a diretoria-geral da Polícia Federal está suspensa.

A indicação foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro após desentendimento com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Vale lembrar que devido aos entraves em relação ao cargo, Moro pediu sua exoneração na semana passada.

A posse de Ramagem estava parada para a tarde desta quarta-feira, 29. Conforme mostrado pelo jornal Folha de S. Paulo, a decisão do ministro vai ao encontro de um pedido protocolado pelo PDT.

A intenção por trás da movimentação política no sentido de barrar a nomeação de Ramagem — que é amigo do presidente — é evitar que o presidente tenha acesso a informações privilegiadas da PF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.