Ministério Público de São Paulo pede prisão preventiva de Lula

Além da denúncia protocolada nesta quarta-feira pelo órgão, que acusa o ex-presidente de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, promotores querem que ele seja detido

Heinrich Aikawa/Instituto Lula

Defesa de Lula alega que família desistiu do tríplex porque não teria privacidade | Foto: Heinrich Aikawa/Instituto Lula

Segundo a Folha de São Paulo, três promotores do Ministério Público de São Paulo (MPSP) pediram a prisão preventiva do ex-presidente Lula (PT), além da denúncia de ocultação de patrimônio protocolada nesta quarta-feira (10/3). O motivo do pedido de prisão ainda não foi confirmado pelo órgão.

Na denúncia oferecida pelo MPSP, Lula é acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no caso do apartamento do Guarujá, que ele nega ser de sua propriedade. Sua mulher, Marisa Letícia, e um de seus filhos, Fábio Luís Lula da Silva, também foram denunciados por lavagem de dinheiro.

Ao comentar a denúncia em entrevista coletiva, os promotores negaram veementemente que as acusações e investigações tenham motivação política. Segundo eles, as conclusões fazem parte dos estágios finais de um caso do Bancoop, investigado desde 2010.

Segundo a defesa do ex-presidente, Lula e Marisa visitaram, de fato, o prédio, mas optaram por não adquirir o apartamento por julgarem que não teriam privacidade para desfrutar da praia. Os promotores afirmam, no entanto, que pelo menos 20 testemunhas confirmam que a reforma do tríplex foi, de fato, feita para Lula.

Agora, cabe à Justiça decidir se aceita a denúncia. Caso a juíza responsável, Maria Priscilla Veiga, da 4ª Vara Criminal de São Paulo, avalie que as provas são consistentes, Lula se torna, oficialmente, réu em um processo criminal. A pena pode chegar a 10 anos de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro e cinco anos por falsidade ideológica.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Epaminondas

Consta que a estratégia para levar Lula preso será avisá-lo que o “menino do MEP” o aguarda.

Finalmente Lula vai ter tempo de ler todos os livros que roubou do Palácio do Planalto quando deixou a presidência.

Ora, claro que estou brincando. O Lula odeia ler.