Ministério do Turismo anuncia liberação de R$ 4,3 milhões para Goiás

Recursos são provenientes de programa federal e, no Estado, será utilizado para investimento no Caminho Cora Coralina e em municípios

Foto: reprodução

O Ministério do Turismo anunciou nesta quinta-feira, 5, a liberação de R$ 4,3 milhões para investimentos públicos em Goiás. Parte do montante, cerca de R$ 3 milhões, será destinado à revitalização do Caminho de Cora Coralina. O restante será destinado aos municípios contemplados pelo programa federal Investe Turismo.

O anúncio foi feito pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante o 19º Seminário Itinerante Investe Turismo, realizado em Goiânia e que contou com a participação do governador Ronaldo Caiado, além de várias autoridades políticas estaduais e de empresários.

Em entrevista coletiva, o ministro disse que haverá uma segunda etapa do programa federal, o que deve contemplar outras regiões do Estado.

“Nesse primeiro momento, o Ministério está investindo R$ 200 milhões em 158 municípios de todos os 26 estados mais o Distrito Federal. Na segunda etapa, teremos mais R$ 300 milhões e, certamente, Goiás vai ser beneficiado com, pelo menos, mais uma rota”, anunciou Marcelo Álvaro.

Em tom elogioso, o governador Ronaldo Caiado destacou os trabalhos do programa federal. “O presidente Jair Bolsonaro acerta em estruturar o turismo no Brasil. Essa é uma área que rende empregos e lucratividade desde que você sustente bem o setor e atenda bem aos turistas. A Cidade de Goiás, por exemplo, tem potencial para receber visitantes o ano inteiro e não somente em datas festivas, como o Carnaval ou a Procissão do Fogaréu”, afirmou.

O programa é desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur. Goiás foi contemplado com duas rotas, que englobam cinco municípios: o caminho de Cora Coralina, que abrange Pirenópolis, Cidade de Goiás e Goiânia; e a região da Chapada dos Veadeiros, que inclui Alto Paraíso e Cavalcante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.