Ministério da Saúde regula tratamento da Covid-19 com cloroquina

O órgão faz ressalvas quanto aos efeitos colaterais e o caráter inicial das pesquisas científicas do tratamento contra o novo coronavírus

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde publicou nesta sexta-feira, 27, nota informativa a respeito do uso da Cloroquina como terapia adjuvante no tratamento de formas graves do COVID-19. Segundo o documento, a pacientes hospitalizados em estado crítico da doença poderão ser administradas doses de difosfato de cloroquina ou hidroxicloroquina. O tratamento fica somente a critério médico, como terapia auxiliar, e sem que outras medidas de suporte sejam abandonadas.

A nota também trata da distribuição do medicamento pelo Sistema Único de Saúde: “Com o aumento dos casos da COVID-19 e a velocidade de transmissão do coronavírus no Brasil, projeta-se para a primeira distribuição um quantitativo calculado com base no número de casos notificados no último boletim oficial do MS e um estoque de reserva. Portanto, o quantitativo enviado a cada estado e Distrito Federal, será suficiente para atender de imediato os pacientes hospitalizados e para o pronto atendimento de novos casos”, diz o documento.

As justificativas para a adoção do tratamento são a inexistência de terapias farmacológicas e imunobiológicos específicos para Covid-19; publicações de estudos recentes com dados preliminares sobre o uso da cloroquina; o fato de o tratamento ser de baixo custo; e a capacidade nacional de produção de cloroquina pelos laboratórios públicos brasileiros em larga escala.

Entretanto, o próprio documento admite que as publicações científicas apenas sugerem que os fármacos podem inibir a replicação viral no corpo, e que os estudos são de caráter preliminar. Entre efeitos colaterais estão a retinopatia e distúrbios cardiovasculares. “O medicamento pode ser seguro, embora a janela terapêutica (margem entre a dose terapêutica e dose tóxica) seja estreita.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.