Medicamento contra Covid-19 tem eficácia superior a 80%, diz fabricante AstraZeneca

A injeção de anticorpos oferece 83% de proteção contra a Covid-19 por seis meses

Nesta quinta-feira, 18, a farmacêutica AstraZeneca anunciou que sua injeção de anticorpos monoclonais consegue proteger em até 83% pessoas com alto risco de desenvolver Covid-19 de forma grave. O medicamento, se aplicado em dose mais alta e após três dias do primeiro sintoma, reduz em até  88% o número de óbitos.

O tratamento AZD7442 ou Evusheld, que são anticorpos desenvolvidos em laboratório que imitam as defesas naturais do corpo humano, é aplicado com duas doses sequenciais no braço de uma só vez.  O medicamento consegue oferecer proteção por até seis meses contra o vírus.

O vice-presidente executivo da AstraZeneca, Mene Pangalos, disse em um comunicado que “esses novos dados se somam ao crescente corpo de evidências que apoiam o potencial do AZD7442 (…) Estamos avançando com os processos regulatórios em todo o mundo e esperamos fornecer uma nova opção importante contra o Sars-CoV-2 o mais rápido possível”.

Cerca de 5.200 pessoas foram selecionadas para os testes desse estudo. Para participar era necessário não estar vacinado e ser do grupo de risco, como pacientes em tratamento contra o câncer, indivíduos imunocomprometidos ou com outras comorbidades.

A fabricante já está buscando a aprovação para o medicamento junto a autoridades americanas e europeias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.