Ela chegou a ser socorrida no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu

O Ministério da Educação (MEC) divulgou uma nota em sua página oficial no último sábado (8/11) lamentando a morte da concorrente Edivania Florinda de Assis. A candidata, de 31 anos, morreu minutos depois de entrar no Colégio Santa Emília, em Olinda, para a realização da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A mulher teria passado mal após correr para não perder o horário do exame. Ela chegou a ser socorrida no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.

Edivania teria sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. Posteriormente o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) confirmou que ela teria morrido de edema agudo pulmonar.

Confira nota na íntegra:

O Ministério da Educação (MEC) lamenta profundamente a morte da participante do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 Edivania Florinda de Assis, ocorrida neste sábado, 8, em Olinda, no Colégio Santa Emília, onde faria as provas. Nesta oportunidade, o MEC se solidariza com a sua família.