MC Mirella é investigada por tráfico internacional de menores para fins sexuais

Ministério Público Federal (MPF) averigua acusações feitas em redes sociais de que a funkeira teria aliciado adolescentes para se prostituírem
Foto: Reprodução / Instagram

A funkeira MC Mirella está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) por tráfico internacional de crianças e adolescentes. A cantora foi acusada pelo Twitter de ter tentado convencer uma jovem de 16 anos (na época) a passar um fim de semana com um suposto empresário paraguaio em troca de cinco mil reais. MC Mirella fez um vídeo em resposta às acusações em que afirma que não se tratava de prostituição, mas de presença vip.

Os vídeos feitos por uma das supostas vítimas chamaram a atenção do procurador da República Wesley Miranda Alves nas redes sociais, que remeteu o caso à Procuradoria da República no Município (PRM) de Foz de Iguaçu, no Paraná, onde vive a jovem que fez a acusação. A adolescente comentou sobre o assunto em suas redes sociais: “Sinto que alguém tentou me vender. O pior de tudo é isso, o homem do Paraguai, que não aceitou um não. Nenhuma mulher pode ser vendida por preço nenhum. Eu lembro que fiquei com muito medo na época”.

Veja o vídeo em que MC Mirella se justifica.

As ofertas na suposta conversa começaram em R$ 2 mil mais passagens e despesas, mas chegam a R$ 5 mil em pagamento avançado após diversas recusas da adolescente. Mc Mirella não teria usado termos explícitos, afirmando “ele quer sair com você” e, ainda, teria sugerido que a jovem contasse outra história ao namorado. Em vídeo, a funkeira afirmou: “Eu não tenho nada contra quem faz esse tipo de coisa que você me acusou e não julgo a vida de ninguém”. Ela ainda afirmou que a suposta vítima está tentando ganhar fama e que terá de provar as acusações.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.