MC Kevin pode ter confundido tamanho de varandas ao tentar passar para andar de baixo, diz polícia

A perícia não fez nenhuma conclusão local que a queda “teve como causa aparente um acidente”, não havendo indícios de “briga” ou “ações violentas”

Sacada de suíte inferior a que MC Kevin estava hospedado | Foto: reprodução


A equipe de policiais da 16ª DP, que investiga a morte do MC Kevin, acredita que o cantor pode ter confundido o tamanho das varandas das suítes do hotel na orla da Barra da Tijuca ao tentar pular para o andar de baixo do 502 e cair, na noite do último dia 16.

No quarto 1305, onde o funkeiro estava a sacada do andar inferior possui uma estrutura cerca de um metro mais larga. A perícia do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), não fez nenhuma conclusão local que a queda “teve como causa aparente um acidente”, não havendo indícios de “briga” ou “ações violentas”.

No dia da queda, Kevin chegou a ser levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos. O laudo de necropsia do Instituto Médico Legal (IML) apresenta que o corpo do rapaz sofreu 13 fraturas, do nariz, maxilar, mandíbula e costelas, além de hemorragia na cabeça, perfuração no pulmão e rompimento do fígado. A causa da morte é aerodinâmica como traumatismo sangue encefálico.

Com informações do jornal O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.