Mayra Aguiar conquista bronze no judô e faz história em Tóquio

Com 29 anos, a judoca brasileira se tornou a primeira brasileira a ganhar três medalhas olímpicas em esportes individuais

Mayra Aguiar é bronze | Foto: Júlio César Guimarães/COB

Com a conquista do bronze nas Olimpíadas 2020 nesta quinta-feira, 29, a judoca Mayra Aguiar, 29 anos, se tornou a primeira brasileira a ganhar três medalhas olímpicas em esportes individuais. Além disso, se consagrou como a primeira atleta do Brasil a conseguir três pódios olímpicos, repetindo o terceiro lugar na categoria até 78 kg que já havia conquistado nos Jogos de Londres-2012 e Rio-2016.

Mayra venceu a sul-coreana Hyunji Yoon por ippon, com uma imobilização sobre a adversária com apenas 1 minuto e 18 segundos de luta. A medalha de Mayra é a sexta do Brasil nos Jogos de 2020.

Trajetória

Em setembro de 2020, Mayra precisou passar por uma cirurgia no joelho esquerdo. Ela retornou às disputas no Mundial realizado em Budapeste, na Hungria, e foi eliminada na segunda rodada. Mesmo assim, conseguiu se recuperar a tempo de disputar sua quarta Olimpíada. “Estou bem emocionada mesmo. Acho que é a conquista mais importante para mim”, disse à TV Globo, logo após conquistar o bronze.

Já pensando no futuro, a judoca já inicia a sua preparação para os Jogos de Paris, em 2024, onde buscará o inédito título olímpico. Além dos três bronzes olímpicos, Mayra também ganhou seis medalhas em Mundial, dois ouros (2014 e 2017), uma prata (2010) e três bronzes (2011, 2013 e 2019).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.