Mauro Rubem irá entrar com mandado de segurança após aprovação do Plano Diretor

O parlamentar disse que, dentre os erros graves do projeto, está a inexistência do diálogo com a população goiana

*Com colaboração de Gabriela Macedo

O vereador Mauro Rubem (PT), afirmou que irá entrar com um mandado de segurança após a aprovação do Plano Diretor. “Nós temos que defender a cidade. O Plano Diretor é apenas um instrumento de grilagem de terra urbana”, afirmou.

Segundo o parlamentar, no entendimento dele, o Plano diretor não garante qualidade de vida dos goianienses e também não foi discutido com a população. “Nossa cidade está sendo valorizada apenas pela venda do pedaço de terra. Mas ela tinha que ser reconhecida pelo que a sociedade tem de cultura, por gerar empregos, por ter uma qualidade de vida. Por isso que no nosso entendimento, o Plano Diretor não deve ser votado hoje”, disse.

Rubem afirmou que vai pedir vistas, apresentar emendas e que há dezesseis destaques que ele fez em cima do Plano Diretor que para ele são erros graves. Dentre os erros, ele cita as construções em margens e áreas de preservação ambiental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.