Mato alto toma conta de cemitério público em Goiânia

Túmulos do cemitério Parque estão destruídos e escondidos pelo matagal

Este slideshow necessita de JavaScript.

Parece uma plantação, mas na verdade é um cemitério. Quem tem entes queridos enterrados nos cemitérios Parque, Sant’ana, Vale da Paz ou Jardim da Saudade em Goiânia conhece de perto a situação de abandono dos cemitérios públicos da Capital.

O descaso já virou rotina. O Jornal Opção tem acompanhado a situação e esteve, mais uma vez, no cemitério Parque, localizado no setor Urias Magalhães. Lá a reportagem encontrou túmulos destruídos e completamente cobertos pela mata.

Construído há mais de 50 anos, o cemitério já recebeu mais de 200 mil pessoas que foram enterradas no local.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), responsável pela manutenção dos cemitérios públicos do município, informou que apesar do mato alto, o serviço de capinagem no local começou no último dia 28 de março.

Ainda segundo a Semas, o serviço de limpeza do cemitério Parque está dentro do cronograma previsto e deve ser concluído em 20 dias.

 

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Bruna Mruk

Todo ano é a mesma coisa. Em seguida, quando chega a seca, colocam fogo no mato já seco. Os túmulos não são construídos prevendo o calor do fogo, obviamente muitos estão quebrados e em más condições.