Marconi garante contratação de cadastro reserva de concurso da Polícia Militar

Governador diz que pensa em não recorrer à decisão do TJGO, que assegurou direito dos concursados serem chamados 

Este slideshow necessita de JavaScript.

O governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou nesta sexta-feira (31/7), que deve convocar concursados do último concurso da Polícia Militar que ficaram no cadastro de reserva. Tucano frisou que usaria a reserva de recursos do Serviço de Interesse Militar Voluntário Especial (Simve) para convocar grupo.

“Vamos decidir o que a gente pode fazer em termos de contratação e pagamento dentro do que já fazíamos no Simve”, garantiu. Declaração foi feita durante entrega de viatura e equipamentos à Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Em maio deste ano, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) determinou a convocação dos 1.421 aprovados no último concurso da Polícia Militar (PM), atualmente em cadastro de reserva. No evento, tucano afirmou que está tomando a decisão de não recorrer às instâncias superiores.

“Muitas pessoas cobram mais concursos e mais policiais. Optei neste governo e no anterior em aumentar os salários. Agora fizemos o aumento escalonado. Quando tivermos condição, vamos fazer novos concursos”, disse o governador ao frisar opção de valorizar a categoria. Marconi ainda ressaltou que País passa por momento de crise “cruel”. “Mas procuramos, com criatividade, trazer ânimo”, assegurou.

No evento desta sexta-feira (31), o tucano entregou 45 novas viaturas para o transporte e escolta de reeducandos, 676 armas, 6 mil munições e 1.800 mil pares de algemas. O investimento total foi R$ 32,4 milhões, tirados dos cofres estaduais. Segundo o governador, esta foi a maior aquisição de equipamentos — que serão distribuídos por todas as unidades prisionais de Goiás — para a área da segurança do Estado nos últimos 15 anos.

Marconi frisou que, mesmo com a crise financeira, a área de segurança pública tem sido priorizada. Só a nova frota custou R$ 6 milhões. São 25 novas viaturas do tipo furgão, adaptadas com cubículos-celas, com capacidade para 6 presos cada. Outros 20 veículos são camionetes S-10 (picape), com cabine dupla, que atendem exigências das operações de rotina e também situações de motim e rebelião.

“Essas viaturas seguem requisitos técnicos para a execução de um trabalho de segurança pública de excelente qualidade. Estamos avançando cada vez mais”, destacou o secretário Joaquim Mesquita, durante discurso no ato de entrega.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Lita Carneiro

É a categoria que mais merece ser bem remunerada. Enfrentar bandido não é pra qualquer um. O policial e sua família correm sérios riscos. Recorrer à Justiça em detrimento ao direito adquirido é um tiro no pé de qualquer governante. Um suícidio político.