Marconi afirma que governo está preparando Goiás para o futuro

Em evento do Banco do Brasil, governador tucano exaltou parcerias com a instituição e quer engajamento nos projetos de inovação e tecnologia

Governador Marconi Perillo discursa durante evento do BB | Foto: Mantovani Fernandes

Governador Marconi Perillo discursa durante evento do BB | Foto: Mantovani Fernandes

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), participou, no final da tarde desta terça-feira (1º/9), de um encontro dos administradores do Banco do Brasil em Goiás, onde foram apresentados os novos 150 administradores regionais da instituição financeira.

No evento, Marconi ressaltou as parcerias que o governo estadual desenvolve com o BB e apresentou os projetos que juntos têm levados adiante, como o Agenda Goiás, a criação de uma Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual e o programa Inova Goiás, que será lançado nesta quinta (2).

O tucano destacou que o BB é uma instituição que financia anualmente bilhões de reais através do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), do crédito agrícola, à pessoa jurídica e física, e passou a financiar casas, dentre outras modalidades. “É um banco que está em todas as regiões de Goiás e é imprescindível para nosso desenvolvimento”, sublinhou.

Superintendente estadual do Banco do Brasil, João Batista de Sá Aires afirmou que o encontro objetiva também fortalecer as parcerias com o governo do Estado e construir novos caminhos para o desenvolvimento maior de Goiás.

Ao se referir à atual crise econômica, Marconi disse que, ao invés de discutir as dificuldades por ela ocasionadas, o Governo de Goiás tem procurado agir de forma otimista, elaborando projetos que atendam necessidades do presente, mas que foquem também em um futuro próspero.

Um desses projetos é o Inova Goiás, programa de inovação tecnológica que será lançado amanhã. “Um projeto que vai apoiar também os institutos tecnológicos e a formação e a qualificação de mão de obra, que vai focar também nas incubadoras”, adiantou.

Marconi ressaltou que o programa prevê investimento de R$ 1 bilhão em três anos, e que parte do recurso será resultado de parceria com o Banco do Brasil, por meio do FCO. “Vamos focar no FCO nas áreas de tecnologia, e teremos outros recursos de fontes definidas, sem onerar nem um centavo o Tesouro Estadual”, sustentou.

Governador e diretores do Banco do Brasil | Foto: Mantovani Fernandes

Governador e diretores do Banco do Brasil | Foto: Mantovani Fernandes

“Nós tivemos, em 2005, a parceria para o desenvolvimento desse projeto. Olhamos o Estado de Goiás para dez anos depois. Nesse ano de 2015, vencem os dez anos do nosso planejamento estratégico que foi discutido com a sociedade naquele período. De lá pra cá, Goiás avançou extraordinariamente em todas as áreas, nós crescemos mais que a média brasileira, no PIB, nas exportações, na geração de empregos. E nesse momento nós estamos olhando para o futuro, daqui para o ano 2025”, explicou.

Marconi destacou que Goiás também foi o campeão na redução de desigualdades sociais e regionais do Brasil. “E o mais importante: o crescimento da renda em Goiás, na média, não aconteceu por conta de transferência de renda pelos programas sociais. Aconteceu por conta do crédito produtivo, ou seja, pela injeção na veia do crescimento, com o BB financiando, outras instituições e o governo do Estado trabalhando e investindo em capacitação e geração de empregos”, elencou.

Após o relato, parabenizou os novos administradores regionais e reafirmou o compromisso do Governo de Goiás em manter e ampliar parceria com o Banco do Brasil. “E o que estiver ao nosso alcance para que o desenvolvimento seja a cada dia melhorado, faremos”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.