Maratona hacker reúne estudantes goianos na capital

Mais de 80 alunos de diversas universidades buscam soluções inovadoras para dados do governo estadual 

Jovens se reúnem para a Hackatona Let's GO

Jovens se reúnem para a Hackatona Let’s GO

Aproximadamente 80 estudantes de diversas faculdades goianas dos cursos de Tecnologia e Informática, Engenharia, Administração e outros estão, desde a última sexta-feira (11/12), imersos numa maratona inédita programada pelo Governo do Estado: a Hackatona Let’s GO.

O evento que ocorre até a noite deste domingo (13) na Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia, desafia os estudantes a encontrar soluções para dados do orçamento do governo estadual em três eixos: contratação de produtos e serviços de forma mais intuitiva, mecanismos para acesso facilitado às despesas do Estado e, fornecimento de inteligência sobre dados de arrecadação e despesas por setor e atividade econômica.

Organizada pela Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), com apoio da Controladoria Geral do Estado (CGE) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED), por meio do Inova Goiás, a hackatona, que é a primeira parte do Let’s GO, dividiu os estudantes em oito equipes, sempre.

Ao todo, eles vão trabalhar 54 horas seguidas construindo soluções para tornar mais facilitado o acesso aos dados públicos do Estado, com o auxílio de profissionais.

A estudante de pós-graduação em Gestão e Negócios Renata de Fátima Alves, formada em administração de empresas, é uma das participantes da Hackatona e pretende trabalhar no evento as 54 horas de duração e ainda participar das palestras que virão em seguida.

“Deixei o meu fim de semana de balada para me juntar a outros colegas com o propósito de buscar mecanismos facilitadores de acesso às informações do Governo estadual. Percebo que as informações estão disponíveis, porém, de difícil acesso aos leigos. Precisamos melhorar isso”, reconhece Renata.

Essa é também a percepção do secretário Thiago Peixoto (PSD), de Gestão e Planejamento: “O governo estadual disponibiliza todas as informações através da internet, de forma transparente, mas reconheço que o acesso nem sempre é fácil.

“Assim, por meio da Hackatona, com a participação da academia, queremos buscar a melhor solução de acesso ao banco de dados do Estado e criar uma rede de inovação e empreendedorismo em Goiás”, completa o também deputado federal licenciado.

O estudante do 4º período de Engenharia de Produção, da Universidade Federal de Goiás (UFG), Leonardo Souza Costa participante da Hackatona Let’s GO e espera adquirir conhecimentos na área do empreendedorismo com os tutores que estão no evento para criar uma proposta mais efetiva para resolver a questão do acesso às informações do Governo.

“A iniciativa da Segplan é louvável, criando incentivo de inovação. Tem uma galera aqui em Goiânia disposta a contribuir com o governo”, assegura.

Programação

No domingo, às 16 horas, as equipes apresentarão suas startups a uma comissão avaliadora que vai escolher os melhores.

O primeiro lugar da maratona hacker ganhará 40 dias de incubação para a startup criada durante a Hackatona, além de bolsas de estudo no curso Empretec, promovido pelo Sebrae. O segundo lugar será premiado com 30 dias de incubação e o terceiro, 20.

Em seguida, começará o ciclo de palestra e paineis da agenda Let’s GO, tendo como primeiro palestrante o apresentador do canal fechado de televisão GNT, da Rede Globo, Marcelo Tas, que vai falar sobre criatividade na era digital.

Na segunda-feira, às 10 horas, haverá a abertura oficial do Let’s GO, Líderes, Empreendedores e Talentos a serviço de Goiás, com as presenças do governador Marconi Perillo (PSDB) e do secretário de Gestão e Planejamento, Thiago Peixoto. Logo após, começará o ciclo de palestras que vai até na terça-feira ao meio dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.