Manifestantes realizam 9ª Marcha Contra o Aborto em Goiânia

Protesto que pede a aprovação do Estatuto do Nascituro será realizado nesta quinta-feira (18/5)

O Comitê Goiano da Cidadania Em Defesa da Vida convoca manifestantes para a 9ª edição da  Marcha Contra o Aborto, que será realizada nesta quinta-feira (18/5) em Goiânia. O objetivo é pressionar a Câmara Federal pela aprovação do Estatuto do Nascituro.

A proposta proíbe o aborto sob quaisquer circunstâncias no Brasil ao afirmar que o bebê, mesmo antes do nascimento, é um “sujeito de direito” e por isso tem direito à vida.

Segundo os organizadores, a concentração será a partir das 15 horas, na Praça Cívica, e contará com a presença de autoridades políticas e religiosas, como o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, e o presidente da Federação Espírita de Goiás, Paulo César.

Polêmica

Em dezembro de 2016, o Supremo Tribunal Federal decidiu em favor dos médicos de uma clínica de aborto clandestino no Rio de Janeiro, que tiveram suas prisões preventivas revogadas pela Corte.

Na prática, a decisão criou o entendimento de que aborto não é crime, desde que praticado até a 12ª semana de gestação. Em 2012, o Supremo também permitiu que a gravidez possa ser interrompida em caso de gestação de bebês anencéfalos, ou seja, que nascem sem o cérebro.

A legislação brasileira já permite a prática quando o feto foi gerado a partir de um estupro.

 

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.