Mais de 200 estudantes de mestrado e doutorado recebem novas bolsas em Goiás

Iniciativa busca fomentar a formação de recursos humanos qualificados e fortalecer os PPGSS do Estado 

Um total de 234 estudantes matriculados nos programas de pós-Graduação Stricto Sensu (PPGSS) sediados em instituições do Estado de Goiás foram selecionados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) para receber, a partir deste ano, bolsas de formação em nível de mestrado e doutorado.

O resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado de Goiás nesta quinta-feira (20/7). A iniciativa busca fomentar a formação de recursos humanos qualificados e fortalecer os PPGSS do Estado de Goiás, recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Do total de bolsas, 152 são destinadas a estudantes de mestrado acadêmico; 42 de mestrado profissional e 40 para estudantes de doutorado. As bolsas são divididas entre as instituições sediadas no Estado de Goiás, de acordo com o número de programas de pós-graduação stricto sensu (PPGSS).

São contemplados, assim, alunos da Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Estadual de Goiás (UEG), Instituto Federal de Goiás (IFG), Instituto Federal Goiano (IF Goiano), Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), Centro Universitário de Anápolis – UniEvangélica, Universidade de Rio Verde (UniRV/Fesurv) e Centro Universitário Alves Faria (Alfa).

Os recursos para a concessão de bolsas são provenientes do Programa de Concessão de Bolsas de Pesquisa, Formação e Bolsas Tecnológicas (Fapeg Bolsas), com recursos do Tesouro Estadual.

A bolsa de mestrado será concedida pelo prazo de 12 meses, no valor de R$ 1.350,00, podendo ser renovada de ofício pelo prazo máximo de até 12 meses. Já a bolsa de doutorado será concedida pelo prazo de 12 meses, no valor de R$ 2 mil, podendo ser renovada de ofício pelo prazo máximo de até 36 meses. A renovação ou manutenção da bolsa dependerá do desempenho acadêmico por parte do bolsista.

A implementação da bolsa será feita por meio da assinatura do Termo de Concessão e Aceitação de Bolsa e do Plano de trabalho, que serão firmados entre a Fapeg, o proponente (bolsista), o orientador e o coordenador do PPGSS. As formas de liberação dos recursos, os direitos e as obrigações de cada um dos partícipes serão estabelecidos por meio deste documento, que também atesta ao bolsista sua comprovação da bolsa.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.