Mais de 100 mil usuários do WhatsApp caem em golpe do falso cupom do McDonald’s

Armadilha virtual pode fazer com que o aparelho celular da vítima fique vulnerável, inclusive, a outros tipos de crimes e até mesmo a prejuízo financeiro

Reprodução

Em menos de 24 horas, mais de 100 mil pessoas de várias regiões do País caíram em uma armadilha que rapidamente se espalhou no aplicativo de mensagens WhatsApp. Com a esperança de adquirir um cupom de R$ 70 para gastar como quiser no McDonald’s, as vítimas são induzidas a fazer o cadastro em sites maliciosos ou a realizar o download de aplicativos que podem infectar smartphones ou tablets.

As informações são do jornal “Extra” e da empresa de segurança PSafe. Segundo a companhia, o golpe pode fazer com que o aparelho celular da vítima fique vulnerável, inclusive, a outros tipos de crimes e até mesmo a prejuízo financeiro.

A rápida disseminação da falsa campanha se dá porque, para validar o suposto voucher, é necessário que a pessoa compartilhe o link com outros 10 contatos pelo aplicativo de mensagens instantâneas.

A PSafe alerta que os cibercriminosos tiveram o cuidado de desenvolver o golpe com uma identidade visual bem parecida com a usada nas campanhas e promoções oficiais da rede de fast food. Por isso, é mais difícil o usuário perceber que se trata de uma armadilha. Até o momento, três domínios maliciosos envolvendo o golpe já teriam sido identificados.

Em resposta ao “Extra”, o restaurante negou qualquer ligação com o falso cupom que circula no WhatsApp. “O McDonald’s Brasil informa que não tem qualquer relação com a suposta promoção envolvendo o nome da companhia. Tal conteúdo, de origem desconhecida, não faz parte das ações promocionais da empresa. Informamos que só é possível retirar cupons do McDonald’s no site oficial de cupons: http://cupons.mcdonalds.com.br/br ou através do Aplicativo McDonald’s APP”, informa o comunicado.

Deixe um comentário