Maioria dos goianienses utilizará 13° salário para pagar dívidas

Em todo o Estado, 2,6 milhões de pessoas receberão a gratificação em 2014

Untitled 3

Foto: Marcos Santos/ USP imagens

Pesquisa divulgada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL) indica que 41,9% dos goianienses vão usar o 13° salário para o pagamento de dívidas. Para 15,7% dos entrevistados, o dinheiro será aplicado na poupança, um aumento de 5,5% em relação ao ano passado. A compra de presentes natalinos é a opção de 12,5%. Além disso, 8% da população da capital vai optar pela aquisição de bens pessoais. Viagens e férias foram citadas por 3,2%, representando uma queda de 6,5% se comparado ao ano anterior.

O levantamento, realizado por meio de parceria com a Faculdade Alves Faria (Alfa), também aponta que 2,9% dos entrevistados usarão o 13° para pagar a matrícula escolar dos filhos para o novo ano letivo. Impostos, como IPTU e IPVA, por exemplo, captarão o dinheiro de 2,2%. Por fim, compra de materiais escolares e veículos totalizam, cada um, 2% das intenções de uso do décimo terceiro.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em todo o Estado, 2,6 milhões de pessoas receberão o décimo terceiro salário em 2014, o que representa uma injeção de R$ 3,6 bilhões na economia goiana. O montante corresponde a 3,2% do PIB do Estado, o que significa um aumento de 14,5% em relação ao último ano.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.