Maia desconversa sobre candidatura a presidente e defende reforma da Previdência

Em Goiânia, líder do DEM disse que “não é hora” de falar de eleição e reafirma empenho nas mudanças da aposentadoria propostas pelo governo Temer

Rodrigo Maia discursa durante posse do Sincor-GO | Foto: Luciana Lombardi

Apontado como um dos possíveis nomes do “centro” à Presidência da República em 2018. o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), desconversou sobre uma eventual candidatura ao Palácio do Planalto e voltou a defender a aprovação da reforma da Previdência.

Em coletiva de imprensa em Goiânia (GO), o democrata disse que não “não está na hora” de falar de eleição e que está focado na pauta do Legislativo brasileiro — que  retoma os trabalhos na próxima semana.

Para ele, o mais importante é reorganizar a base do presidente Michel Temer (MDB) de forma a conseguir pelo menos 320 favoráveis às mudanças propostas para o regime previdenciário brasileiro.

“Temos que encerrar esse assunto em fevereiro, o ideal é que seja no dia 20. Defendo o projeto por que essa reforma é a reforma da igualdade, pela qual o trabalhador que ganha um salário mínimo vai ter o mesmo sistema daquele que ganha no serviço público R$ 30 mil ou no INSS o que ganha no teto”, afirmou.

Inclusive, Maia sugere que o governo insista na palavra “igualdade”, pois esse seria o mote que mais falaria com a sociedade.

Questionado sobre os índices de rejeição às mudanças na aposentadoria (acima de 60% segundo pesquisas de opinião), o presidente da Câmara relativizou os dados.

“A rejeição tem diminuído. Tem 30% da população a favor; quando se fala da reforma do setor público, sobe para 70%, quando se fala em igualdade já tem 90% favoráveis. O desafio já não é mais apenas convencer parte da sociedade, por que já é a favor. Desafio é mostrar ao deputado e a deputada que o novo sistema vai garantir igualdade”, acrescentou.

Rodrigo Maia participou da posse da nova diretoria do Sindicato dos Corretores e Empresas Corretoras de Seguros no Estado de Goias (Sincor-GO), que será comandado pelo deputado federal Lucas Vergílio (SD).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.