Maia cobra punição dos assassinos de homem morto no Carrefour

João Alberto Silveira Freitas, homem negro de 40 anos, foi espancado até a morte por segurança e policial, nas dependências de uma loja do Carrefour em Porto Alegre (RS)

No Dia da Consciência Negra, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cobrou punição para quem promove o ódio e o racismo. Ele prestou solidariedade à família e aos amigos de João Alberto Silveira Freitas, homem negro de 40 anos, morto após ser espancado por segurança e policial nas dependências de uma loja do Carrefour em Porto Alegre (RS).

“Em nome da Câmara dos Deputados, envio meus sentimentos à família e aos amigos do João Alberto Silveira Freitas. A cultura do ódio e do racismo deve ser combatida na origem, e todo peso da lei deve ser usado para punir quem promove o ódio e o racismo”, disse o presidente.

Maia ainda destacou que a luta pela igualdade e contra o racismo é permanente.

“Em tempos de intolerância, o Dia da Consciência Negra traz uma reflexão necessária a todos nós. A data de hoje tem que ser vivida e lembrada todos os dias para não esquecermos nunca que a luta pela igualdade e contra o racismo é permanente. Igualdade e representatividade precisam ser diárias, a todos nós”, disse Rodrigo Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.