Liminar determina retirada de vídeo irregular das redes sociais em ataque a chapa “Pra Frente OAB”

Representação eleitoral é destinada aos advogados Leon Deniz Bueno da Cruz e Viviany Souza Fernandes, candidatos ao Conselho Federal e Diretora Tesoureira da chapa “Nova Ordem”.

Segundo chapa “Pra Frente OAB”, um vídeo está circulando nas redes sociais com matérias falsos que atacam diretamente a imagem da chapa e de seus integrantes (Imagem: reprodução)

A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção de Goiás (OAB-GO), por meio da Comissão Eleitoral, determinou que membros da chapa “Nova Ordem” excluíssem de suas redes sociais e parassem de compartilhar um vídeo que, segundo a chapa “Pra Frente OAB”, se trata de “propaganda irregular e apócrifa”.

Segundo a chapa “Pra Frente OAB”, um vídeo está circulando nas redes sociais com matérias falsas que atacam diretamente a imagem da chapa e de seus integrantes. Segundo o pedido de representação, os vídeos não contêm provas e estariam “veiculando informações distorcidas e maldosamente colocadas com a intenção única de ataque à imagem da representante e de seus integrantes, bem como da atual gestão Ordem dos Advogados”.

A representação eleitoral é destinada aos advogados Leon Deniz Bueno da Cruz e Viviany Souza Fernandes, candidatos ao Conselho Federal e Diretora Tesoureira da chapa “Nova Ordem”. Segundo a liminar, os advogados ficam impedidos de “divulgar a propaganda irregular e apócrifa nas redes sociais em especial WhatsApp, Instagram e Facebook, sob pena de aplicação de multa e/ou cassação de registro de candidatura no prazo de 24 horas”.

Por meio de nota, Leon Deniz afirma que vai obedecer a decisão. “Cumprirei a ordem e retirarei meu compartilhamento do vídeo “PANELOCRACIA” por não ter identificação da autoria, entretanto, recomendarei a coordenação da campanha NOVA OAB e após conferência das informações confeccionaremos um material de nossa autoria pelo respeito da verdade e a democracia”, diz a nota.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.