Light Walker: mostra fotográfica mistura cores e brilhos com livre interpretação

Uma caminhada desprendida e iluminada traz reflexões de diversas fases da vida

Foto: Everton Rosa

Goiânia recebe pela primeira vez a exposição individual do fotógrafo goiano Flávio Lima, intitulada de Light Walker. O acervo do profissional com 35 imagens será exibido na Época Galeria de Arte, de 4 a 21 de outubro.

Há 35 anos, a fotografia começava a despertar o senso criativo de Flavio Lima – e até hoje ela cumpre essa função. Mas, se nos anos 1980 Flavio se especializou em clicar pessoas, produzindo editoriais e campanhas publicitárias para os mais diversos veículos de moda, hoje suas lentes estão miradas exclusivamente em um trabalho artístico autoral e sui generis.

Não mais a fim de ser pautado por marcas e tendências, encontrou a resposta na fotografia artística. Flavio passou a seguir a própria intuição no processo criativo. Por outro lado, suas obras são um convite à livre interpretação. “Eu coloco as minhas ideias ali, mas cada um enxerga sob o próprio ponto de vista”, diz.

Light Walker, ilustra isso. De forma criativa e ousada, Flavio constrói armações de metais que posteriormente “conversam” com outros elementos. Já no estúdio, Flavio projeta luzes em papeis coloridos que refletem no interior dos tubos de metal. Dessa forma, ele consegue um efeito único, mesclando as cores vivas refletidas pelos papeis com os contornos rudimentares dos metais – um conjunto que salta aos olhos em formas 3D.

 

“Há vários caminhos que podem nos levar ao despertar da consciência. Seja pela meditação ou pelo absoluto estado de presença, a iluminação espiritual chega até nós para mostrar que tudo é possível. E assim seguimos em um contínuo processo de evolução”, esclarece o artista sobre o processo de criação das obras.

Na série Light Walker, o artista utiliza a fotografia para desafiar o espectador a transpor as lacunas mais obscuras da existência – representadas pelos nossos próprios vazios – e seguir por um caminho iluminado.

“Sem esconder as imperfeições, as bordas imprecisas, escoriações e rebarbas aparentes representam fraquezas e cicatrizes que colecionamos ao longo da nossa história. Elas nos acompanharão durante toda a existência, mas nem por isso a vida deixa de ser inspiradora”, descreve. “Afinal, todos somos andarilhos da luz”, completa

Para Ednara Martins, sócia da Época Galeria de Arte, a Light Walker é um convite ao espectador para acender a luz em seu interior e abrilhantar o mundo a sua volta. “A mostra é uma experiência interessante, principalmente por somar a expertise do profissional em design de joias, cores, brilhos e sombras. É um momento para mergulhar em um mundo colorido e iluminado”, afirma.

Serviço:

Exposição fotográfica LIGHT WALKER, de Flavio Lima

Data: de 04 a 21/10/2019

Local: Época Galeria de Arte (Av. 136,  nº71 – Setor Marista, Goiânia)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.