Líder do Governo pede que projeto da venda de ações da Saneago seja votado na semana que vem

Segundo ele, a Casa teria que dar prioridade ao projeto que permite o parcelamento em até dez vezes do IPVA, que está pronto para segunda votação, mas aguarda o prazo de 24h

Foto: Lívia Barbosa/Jornal Opção

Com a galeria lotada de trabalhadores e sindicalistas do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás (Stiueg), que protestam contra possíveis privatizações, o líder do Governo na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Bruno Peixoto (MDB), solicitou que o projeto de Lei que autoriza venda de 49% das ações da Saneago seja votado na próxima terça-feira e não nesta quinta, 31, como era previsto.

Segundo ele, a Casa teria que dar prioridade ao projeto que permite o parcelamento em até dez vezes do IPVA, que está pronto para segunda votação, mas aguarda o prazo de 24h após a aprovação em primeira apreciação. A ideia é que ele seja aprovado logo para que dê tempo de entrar em vigor antes da Semana de Conciliação, marcada para o dia 4 de novembro.

Bruno pediu, então, ao presidente Lissauer Vieira (PSB) que autorizasse a antecipação da votação do projeto do parcelamento do IPVA e finalizasse a sessão às 16h10 para que a deputada Adriana Accorsi pudesse participar do Fórum em Defesa da Soberania Nacional, marcado para esta quinta, 31.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.