Líder do Estado Islâmico é morto em bombardeio na Síria, diz ONG

Observatório Sírio de Direitos Humanos confirmou informação nesta terça-feira (11/7)

Líder Abu Bakr al-Baghdadi | Foto: reprodução/ Twitter

O Observatório Sírio de Direitos Humanos confirmou, nesta terça-feira (11/7), a morte do líder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi.

“Informações confirmadas para o #SOHR [Observatório Sírio de Direitos Humanos] sobre a morte de Abu Bakr al-Baghdadi, o ‘Emir da organização Estado Islâmico'”, escreveu a ONG em suas páginas do Facebook e do Twitter, sem maiores detalhes.

Em um comunicado, a entidade explicou que recebeu a notícia de que bombardeios aéreos da coalizão internacional durantes as últimas 24 horas destruíram áreas controladas pelo EI, o que culminou na morte de pelo menos 30 terroristas. Um deles seria al-Baghdadi.

Fontes do Observatório na cidade síria de Deir al-Zor disseram ter sido informadas por integrantes do EI sobre a morte do líder, “mas eles não especificaram quando”. No entanto, é preciso destacar que al-Baghdadi já foi dado como morto por várias vezes.

No Twitter, o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump (R), comemorou a notícia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.