Líder da oposição visita nova TBC e elogia inovação das emissoras de rádio e TV

José Nelto (MDB) concedeu entrevista à emissora, garantindo que nem a candidatura de Daniel nem a de Caiado está consolidada 

Foto: reprodução

O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado José Nelto (MDB), visitou os estúdios da TBC e da RBC e elogiou o trabalho que está sendo feito nas emissoras de rádio e televisão estatais. Nelto afirmou que a gestão do novo presidente da Agência Brasil Central (ABC), João Bosco Bittencourt, é “inovadora”.

“Eu senti uma mudança. Tinha 18 anos que eu não vinha aqui e o que vejo são novos estúdios, máquinas, mas principalmente: vejo vontade humana. Você tem equipamentos, tem internet, mas sem a força do ser humano não há avanços. E aqui tem bons profissionais, que fazem com que a nossa mensagem chegue às pessoas”, afirmou.

O emedebista adiantou que vai votar a favor do projeto de lei da governadoria que altera do status da ABC, hoje autarquia, para empresa. A mudança vai permitir, por exemplo, que as emissoras de televisão e de rádio recebam recursos destinados à mídia oficial.

Além da mudança de administrativa, a TBC e RBC passam por uma profunda mudança na linha editorial. João Bosco determinou que os profissionais da Casa praticassem um jornalismo mais independente, menos oficioso e mais sintonizado com as demandas da população. Investiu ainda na cobertura dos fatos em tempo real.

MDB

O deputado também falou de política que entrevista que deu aos jornalistas da TBC e da RBC. Disse que apoia a decisão do presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), de cortar o salário dos parlamentares faltosos. “Vai ser um ano puxado, mas temos que votar as matérias. Não podemos ficar com a pecha de gazeteiros”, explicou.

Nelto também comentou a disputa entre o senador Ronaldo Caiado (DEM) e o deputado federal Daniel Vilela (MDB) pelo apoio do MDB na eleição para governador. O líder da oposição disse que nenhuma das duas candidaturas está consolidada, o que ainda permite sonhar com uma postulação única do bloco na eleição para governador.

“Estando tentando unir e pacificar o MDB, aí nós vamos avançar para pacificar a oposição. Ainda não temos um candidato consolidado, mas dois bons candidatos. Não podemos, neste momento, descartar esta aliança”, completou.

Deixe um comentário