Kim Kataguiri defende OSs na Educação goiana em coluna na “Folha”

Artigo do coordenador do Movimento Brasil Livre é uma resposta ao professor Vladimir Safatle, que havia criticado, na última semana, o modelo de gestão compartilhada

Kim Kataguiri causa polêmica na internet com seu posicionamento à extrema direta | Foto: Reprodução/YouTube

Kim Kataguiri causa polêmica na internet com seu posicionamento à extrema direta | Foto: Reprodução/YouTube

O coordenador do Movimento Brasil Livre e colunista do jornal “Folha de S. Paulo”, Kim Kataguiri, usou seu espaço no periódico para defender a implantação das Organizações Sociais (OSs) na Educação de Goiás, em artigo publicado nesta terça-feira (23/2).

O texto é uma resposta ao professor Vladimir Safatle, que havia criticado, na última semana, o modelo de gestão que está sendo implementado em Goiás em uma coluna no mesmo jornal.

“No modelo, a escola pública recebe uma administração profissional, privada, enquanto as questões pedagógicas continuam a cargo do Estado”, define o jovem Kim, conhecido por seu posicionamento político à direita.

Kataguiri, já no início de sua argumentação, compara o modelo goiano ao sistema de vouchers idealizado pelo economista e prêmio Nobel Milton Friedman, em que os mais pobres recebem bolsas para estudar na instituição em que preferirem, fazendo com que as famílias tenham “um maior poder de escolha”.

No artigo, Kim também classifica como “baboseira” o argumento utilizado pelo colega de que “os melhores sistemas do mundo são radicamente públicos”, afirmando que “todos os rankings indicam que as melhores universidades do mundo são privadas”.

Kim Kataguiri critica o atual sistema público de ensino no Brasil e diz que ele aumenta a desigualdade, uma vez que as classes mais baixas, que proporcionamente pagariam mais impostos, não têm acesso às universidades públicas.

O jovem também defende a transferência de gestão de unidades escolares no Estado para a Polícia Militar. Como argumento, ele lembra, no texto, que, conforme o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, 10 das 30 melhores escolas públicas do País são militares.

Por fim,o colunista volta a criticar o posicionamento de Safatle ao definir como “repulsa” o sentimento contrário do professor “às mudanças que têm revolucionado o ensino”.

2 respostas para “Kim Kataguiri defende OSs na Educação goiana em coluna na “Folha””

  1. Paulo Ferraz disse:

    A idéia dos vouchers seria revolucionária, e teria uma grande chance de dar a mesma qualidade de ensino a crianças de todas as classes sociais, com a vantagem de tirar recursos das mãos de políticos corruptos!

  2. Antono Junio De Araujo Alexand disse:

    Parabéns Kataguiri, Vladimir Safatle é um ESQUERDOPATA, que não enxerga um palmo da verdade diante do seu nariz. Alegar que sistemas públicos de ensino no mundo são os melhores… Meu Deus! Ele deve estar lendo muito Vigotski e Paulo Freire… KKK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.