Kajuru vai à Justiça para que Iris explique acusação sobre vereadores

Em entrevista a rádio, prefeito de Goiânia sugeriu que vereadores que estão contra secretária da Saúde é por que perderam benesses 

Secretária Fátima Mrué em uma das convocações à CEI da Saúde | Foto: Larissa Quixabeira

O vereador Jorge Kajuru (PRP) decidiu interpelar judicialmente o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), exigindo explicações sobre declarações dadas à Rádio 730 na última semana.

Ao Jornal Opção, o parlamentar contou que, ao ser questionado das constantes críticas de vereadores à secretária Fátima Mrué (Saúde), Iris sugeriu que foi por que a maioria deles perdeu benefícios na pasta.

“O repórter pergunta se tem a ver com os chequinhos e ele fica calado, deixa no ar, dando a entender que seria esse o motivo da insatisfação dos parlamentares”, disse.

O “chequinho” é um documento que autoriza a realização de exames e procedimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Goiânia, que, embora não haja nada comprovado, seria usado por políticos como moeda de troca.

“Quero que ele dê nomes. Quero saber que são os vereadores que ganhavam chequinhos na secretaria, que estavam ‘fazendo a farra’, como disse. Não venha com esse joguinho antigo seu não, Iris Rezende. Jogando para plateia… Isso é manjado, jogar todo mundo na lama”, rebateu.

Kajuru lamentou que o prefeito, no auge de seus 83 anos, ainda tenha a desfaçatez de culpar os outros pelo “péssimo trabalho” que sua administração tem feito. “Quem é especializado em pegar chequinho é o senhor. Chequinhos de empreiteiras para suas campanhas políticas”, ironizou.

Em meio ao caos na Saúde, a gestão Iris anunciou que vai colocar fim à fila do chamado chequinho. Com o novo serviço, os agendamentos ocorrerão de “forma descentralizada” e fornecerá “imediatamente” aos usuários o tempo de espera e indicadores de posição na fila.

2 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ziro

POBRE ALMA A BEIRA DO PURGATÓRIO. Além da demora nas autorizações dos exames médicos, também, se quando ligam pelo telefone confirmando as consultas médicas especializadas. Na verdade o prefeito não está nem aí com a qualidade do serviço público de uma forma geral, ou alguém aqui tem conhecimento de pelo menos uma excelência? Ou que pelo menos já viu o prefeito pessoalmente na rede pública de saúde verificando seu funcionamento, como faz qualquer outro administrador. É óbvio que não, pois que se danem os enfermos….

Mara Arantes Costa

Cajuru votei em vc na esperança que vc fizesse alguma coisa que benefiasse os diabéticos de Goiânia. Vc prometeu um hospital destinado a esse tipo de doentes crônicos. Te garanto uma coisa vc nunca mais ganha um voto meu e da minha família.

Carmela de Mattos

O primeiro centro médico especializado em diabetes do Brasil já foi inaugurado em Goiânia. Idealizado pelo vereador Jorge Kajuru (PRP), o Centro Diabético de Goiânia começou a funcionar e, entre vários serviços, oferece cirurgias para controlar a doença, realizadas pelo médico Áureo Ludovico. Notícia deste jornal, em 23/10/2017. Procure se informar melhor.