Justiça pode analisar nesta terça (18) pedido de habeas corpus de João de Deus

Caso o pedido seja negado, o advogado disse que vai pedir que se adote medidas cautelares,  como prisão domiciliar com uso de tornozeleira

O Tribunal de Justiça de Goiás pode decidir ainda nesta terça-feira, 18, se concede o pedido de  habeas corpus a João de Deus, impetrado pela defesa do médium na tarde desta segunda, 17.

Caso o pedido seja negado, o advogado Alberto Toron disse que vai pedir que se adote medidas cautelares, ao invés de prisão, como, por exemplo, prisão domiciliar com uso de tornozeleira e proibição dele exercer a função de médium.

Prisão

O médium que se entregou à polícia por volta das 16h30 do último domingo, chegou ao Núcleo de Custódia no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e passou a noite em uma cela de 16m juntamente com outros três presos.

Nesta segunda, 17, o preso foi transferido para uma cela medindo 2,5×3,0m., que possui cama e armário. De acordo com a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) e continua convivendo com os presos da cela anterior, que mede de 16 metros quadrados, onde fica o banheiro.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.