Justiça ordena mais uma vez retirada de propaganda de Kajuru contra Marconi

Em uma de suas pílulas para o horário eleitoral gratuito na TV, Kajuru acusa Marconi do desvio de 2 bilhões de reais em recursos que seriam destinados à educação

Montagem: reprodução

Uma decisão tomada pelo juiz eleitoral José Proto de Oliveira, do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), nesta terça-feira (18/9) determinou que o candidato ao Senado Jorge Kajuru (PRP) retire do ar, com urgência, uma propaganda na TV em que ele distorce uma reportagem do jornal O Popular com objetivo de acusar o senatoriável Marconi Perillo.

Na pílulas para o horário eleitoral gratuito, Kajuru acusa Marconi do desvio de 2 bilhões de reais em recursos que seriam destinados à educação. Mas o juiz destacou, porém, que Marconi não foi julgado, nem condenado para que a acusação seja feita.

“A essência da mensagem é desvirtuar e falsear a reportagem, com claro propósito de denegrir a imagem [de Marconi]”, escreveu o juiz em sua decisão. José Proto fixou, ainda, uma multa diária de 5 mil reais caso continue no ar.

Essa é a segunda vez que Kajuru recebe uma notificação do TRE-GO para retirar material contra Marconi só neste mês.

O ex-governador Marconi Perillo já havia criticado o seu concorrente de mentiroso e rei da farsa. “Kajuru é o rei da farsa, da tapeação e da malandragem. Não é doido nem psicopata, como alguns pensam. É o pior mau caráter que já conheci na vida. É um demônio vestido de anjo”, disse Marconi em entrevista na Rádio Sucesso.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.