Justiça nega liminar e Thales Jayme continua inelegível

Ex-vice na chapa OAB Que Queremos recorreu da decisão da Comissão Eleitoral da OAB-GO que impugnou sua candidatura 

thales-lucio-facebook

Thales Jayme e Lúcio Flávio | Foto: Facebook

O juiz Urbano Leal Berquó Neto negou, na tarde desta sexta-feira (6/11), o pedido de liminar do ex-candidato a vice-presidente da OAB-GO Thales Jayme para voltar a concorrer ao pleito de novembro.

Impugnado pela Comissão Eleitoral da Ordem na última quinta-feira (5), o integrante da chapa OAB Que Queremos, liderada por Lúcio Flávio de Paiva, tentou reverter, na Justiça, a decisão. No entanto, não obteve sucesso

A candidatura de Thales Jayme foi impugnada, por unanimidade, porque o advogado não conseguiu comprovar que exerceu a advocacia durante cinco anos ininterruptos, descumprindo o artigo 4º , inciso 3º, do Provimento 146/2011.

Segundo o juiz, a hipótese de que o ex-candidato teria exercido atividade semelhante à advocacia quando esteve na Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO) não é válida. “Tendo em vista o exercício de atividade incompatível com a advocacia pelo autor, no período de fevereiro de 2011 a abril de 2013, não há como obstar o ato tendente a excluir o polo ativo do pleito eleitoral classista”, decidiu Berquó Neto.

Veja abaixo a decisão:

decisao-thales-jayme

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.