Justiça Eleitoral determina retirada de propaganda de Adriana Accorsi das redes sociais

Representação feita pela Coligação Goiânia em um Novo Momento, de Vanderlan Cardoso, foi julgada nesta sexta-feira,16

Candidato a prefeito de Goiânia | Foto: Divulgação

A Justiça Eleitoral deu ganho de causa à Coligação Goiânia em um Novo Momento, de Vanderlan Cardoso (PSD) e determinou a retirada de propaganda da candidata do PT, Adriana Accorsi, que considerou como “informação inadequada”.

A argumentação do advogado da coligação, Dyogo Crosara, foi de que a petista divulgou propagação em diversos meios de comunicação de que “a candidata Adriana Accorsi está empatada em primeiro lugar” em uma das pesquisas divulgadas nesta semana.

O juiz Wild Afonso Ogawa, da 127ª Zona Eleitoral, entendeu que as chamadas de empate de primeiro lugar não coadunam com a realidade atual registrada nas pesquisas. “Segundo requisito, perigo de dano, se verifica na influência aos eleitores ante a informação inadequada”.

Concedida a liminar, a Justiça determinou a imediata suspensão das publicações nas redes sociais da candidata, sob pena de multa de R$ 10 mil.

Veja a sentença na íntegra

Em nota, a assessoria jurídica da COLIGAÇÃO CORAGEM PARA MUDAR,  informou que ainda não foi intimada da decisão da Justiça Eleitoral. Mas preventivamente, por zelar pelo cumprimento da Lei, em especial a Legislação Eleitoral, expressa que a peça publicitária foi retirada das redes sociais e a representação eleitoral será devidamente respondida nos exatos termos dos questionamentos.

É de se ressaltar que o corpo jurídico da campanha não visualiza qualquer irregularidade na peça, o que restará provado nos autos.

De igual modo, informa que a PESQUISA FOXMAPPIN/OHOJE foi registrada no TSE sob nº GO-00178/2020, com as devidas informações detalhadas e revelou um cenário de empate técnico entre a delegada Adriana Accorsi e os dois concorrentes que estão com uma pequena margem de frente apresentando os percentuais de 19,4%; 19%, respectivamente, enquanto a a candidata do PT conta com 17,4%, sendo a margem de erro de 3,5 pontos percentuais, fato que foi devidamente informado na peça publicitária.

Ainda segundo a nota foram consultados especialistas do ramo de pesquisa e eles concluíram que a leitura dos dados apresentados aponta empate técnico entre três candidatos, um deles, a delegada Adriana Accorsi. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.