Justiça decreta prisão preventiva de homem que matou ex-mulher grávida em Goiânia

Aginaldo Veríssimo Coelho confessou o crime  e relatou que sentia ciúmes de Denise

Divulgação/PC

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara determinou nesta terça-feira (5/6) a prisão preventiva do motorista Aginaldo Veríssimo Coelho, que confessou ser culpado pela morte da ex-companheira, Denize Ferreira da Silva, de 32 anos, que estava grávida de quatro meses.

O crime ocorreu na madrugada da última segunda-feira (4) no condomínio residencial, no Setor Orienteville, em Goiânia.

Aginaldo foi preso em flagrante por policiais da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios, ainda durante a tarde de segunda, na casa de um primo, na Vila Jaiara, em Anápolis.

De acordo com o delegado Dannilo Proto, responsável pelo caso, o casal estava separado de fato há pouco tempo e Aginaldo não se conformava com o fim do relacionamento.

O preso confessou o crime e relatou que sentia ciúmes da mulher e desconfiava que ela estava se relacionando com outra pessoa. Ao falar com a imprensa, Aginaldo chorou e se disse arrependido.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ana Paula Ramos

Infelizmente na manhã dessa sexta feira 8, o acusado de matar a esposa grávida foge da prisão com a ajuda de um colega de cela, viola o cadáver da vítima e a prende sob o pilar da delegacia! Em seguida foge levando o dinheiro e o carro da vítima tomando destino ignorado! Antes mandou uma mensagem e deu o recado para um parente dizendo que vai sumir do mundo! Familiares da vítima estão desesperados e correm risco de vida!