Júri do rapaz acusado de matar o pai e a namorada em Goiânia será transmitido pela internet

Julgamento será presidido pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 13ª Vara Criminal de Goiânia, e está agendada para esta quarta-feira (19/11)

Luiz Guilherme Elias Cavalcante tinha 20 anos quando cometeu os crimes

Luiz Guilherme Elias Cavalcante tinha 20 anos quando cometeu os crimes

O júri popular de Luiz Guilherme Elias Cavalcante, acusado de ter matado o pai e a namorada em agosto de 2012, será transmitido pela internet. O julgamento será presidido pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 13ª Vara Criminal de Goiânia, e está agendada para esta quarta-feira (19/11).

Ao fazer a pronúncia do réu, o magistrado lembrou que Luiz Guilherme confessou ter matado as vítimas e observou que as qualificadoras devem ser apuradas pelo Conselho de Sentença, “pois nos autos constam elementos de que Luiz Guilherme matou seu pai e sua namorada com vários golpes de faca”.

O juiz ressalta que os golpes foram desferidos com o intuito de causar sofrimento intenso e desnecessário nas vítimas, “revelando assim tamanha crueldade”. O réu encontra-se preso na Casa de Prisão Provisória (CPP).

Conforme denúncia do MP, em 25 de agosto, Luiz Guilherme, sua namorada e um amigo estavam em um bar, no Setor Riviera. Após beberem e usarem drogas, o amigo saiu e o casal foi até outro estabelecimento para comer. No local, os funcionários perceberam que estavam alterados e que Luiz estava agressivo. Em seguida, os dois foram à casa do acusado, em que estava o pai, Luiz Gonzaga Cavalcante.

Os corpos do pai e da namorada foram encontrados 36 horas depois, quando a mãe de Laiz procurou a filha, mas não a encontrou. Falando com Luiz, recebeu a resposta de que ela teria ido a Trindade. Desconfiada, a mãe pediu ao esposo que fosse até a casa do acusado, onde encontrou a porta aberta e sem vestígios da presença de ninguém. Chamou a polícia, que encontrou os dois corpos.

Preso no dia seguinte, Luiz Guilherme confessou o crime e alegou que matou a namorada por uma briga e depois foi ao quarto do pai para matá-lo, sem nenhuma razão aparente.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Turkao

Que matéria mais fraca em.. nao coloca onde seria transmitida e nem qual foi a sentença dele.. parabéns.