Jovem é preso após confessar que matou irmã durante briga por controle remoto

Adilson de Souza Marques será colocado em uma cela reservada no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

Flávia Gabrielle de Souza Marques foi morta pelo próprio irmão | FOto: Reprodução

O juiz Oscar de Oliveira Sá Neto, da 7ª Vara Criminal de Goiânia, decidiu converter para preventiva a prisão em flagrante de Adilson de Souza Marques, que confessou ter matado com três facadas a própria irmã, Flávia Gabrielle de Souza Marques, após uma briga pelo controle remoto de televisão.

Na decisão, o juiz alega que o jovem tem um grau de frieza elevado. “Teria tido tempo suficiente para refletir sobre sua conduta e desistir de praticar o crime, porém teria ido avante”, escreveu.

Após teste de sanidade mental realizado pela junta psiquiátrica do judiciário, Adilson será colocado em uma cela reservada, no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

O crime aconteceu na noite da última terça-feira (20/2), enquanto os irmãos estavam sós em casa. De acordo com depoimento do réu, uma discussão começou por conta do canal a ser assistido e, após disputa, Adilson deu três facadas na irmã, que caiu no chão.

Em seguida, os vizinhos foram chamados para socorro, mas a garota não resistiu. Os próprios familiares chamaram a polícia, que atendeu à ocorrência à central de flagrantes da Polícia Civil, na Cidade Jardim.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.