Jovair Arantes garante votação do impeachment para as 14 horas deste domingo

Em vídeo, deputado goiano e relator do processo contra Dilma explica que a sessão de sábado será encerrada às 11 horas. Graças a um acordo

Jovair Arantes conversa com parlamentares na Casa | Foto: Luis Macedo / Agência Câmara

Jovair Arantes conversa com parlamentares na Casa | Foto: Luis Macedo / Agência Câmara

O deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO) postou em sua página do Facebook um vídeo diretamente do plenário da Câmara Federal garantindo que a votação da abertura do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) se iniciará mesmo às 14 horas deste domingo (17/4).

Com o atraso da sessão de sexta-feira (15/4), que terminou só na tarde do sábado (16) — já é a mais longa da história, 43 horas de duração –, líderes partidários estavam receosos de que a votação nominal do processo contra Dilma se adentrasse madrugada adentro.

No entanto, Jovair Arantes — que foi elogiado relator do processo na Comissão Especial do Impeachment — assegurou que um acordo feito pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vai encerrar a sessão do sábado (16) até as 11 horas deste domingo (17). Agora, os deputados inscritos têm até 3 minutos para falar na tribuna.

“Estamos seguros que a votação será feita neste domingo, a partir das 14 horas. Conseguiremos fazer essa votação importante para o Brasil”, afirmou ele no vídeo. Veja:

Uma resposta para “Jovair Arantes garante votação do impeachment para as 14 horas deste domingo”

  1. Avatar Santos Mallman Santos disse:

    ENTENDAM PORQUE QUE QUERM CRIMINALIZAR DILMA COM UM GOLPE!

    Dilma fez um grande projeto – a gosto e interesse da elite – desonerando até 2018 458 bilhões em imposto ou seja em arrecadação….http://www1.folha.uol.com.br/mercado/… — O obejetivo era produtos mais baratos,alto consumo e emprego ao máximo…. Entretanto com a crise energética e risco de apagão a economia foi desacelerada pra um patamar de leve recessão até a normalização do abastecimento de energia o qual sofreu alta elevação da tarifas visando a contenção do consumo…

    Nesse meio aparece a oposição se debruçando do outro lado da recessão fazendo um escarcéu e financiando agentes como Globo e Instituições públicas ( MP. Policia Federal, etc) pra dar uma superdimensionamento da crise o que em parte acabou ocorrendo.

    Como apenas um centésimo de pessoas entendem isso o resto caiu nas graças da oposição – que formando majoritariamente de indiciados, processados e a elite branca dominante – acabaram por iludir e insuflar essa rebelião contra a Dilma. Dilma ainda tentou voltar a atrás em diminuir as desonerações com projetos que voltavam as alíquotas e retiradas de benefícios que foram dados…

    Mas a Fiesp ( que disse que não paga o pato) mas aceitou de bom grado o dinheiro público das desonerações fez uma campanha gigante e provavelmente financiando deputados pra não aprovar qualquer projeto que retirasse as mamatas que inadvertidamente foram concebidas por Dilma….http://g1.globo.com/distrito-federal/… – O resto é bandalheiras e uma campanha maciça dos que não querem pagar mais impostos, apenas mamar no dinheiro público e o pior associados pelo bando de ladrões e corruptos que eles financiam ….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.