José Nelto sobre presidência do PMDB: “A palavra consenso está longe”

Deputado estadual reafirmou candidatura ao diretório estadual e fez críticas à relação entre Daniel Vilela e Friboi 

Daniel Vilela e José Nelto concorrem a diretório estadual | Fotos: Renan Accioly/Jornal Opção e Marcos Kennedy/Assembleia

Daniel Vilela e José Nelto são os mais bem cotados ao diretório | Fotos: Renan Accioly/Jornal Opção e Marcos Kennedy/Assembleia

O deputado estadual José Nelto reafirmou que continua no páreo (e trabalhando) pela presidência do PMDB goiano durante entrevista na tarde desta terça-feira (29/9). Embora tenha garantido que tem o apoio da bancada na Assembleia, reconhece que “a palavra consenso está longe”.

Isso porque, até agora, quatro interessados no posto já apareceram. Além de Nelto, o deputado federal Daniel Vilela, o ex-prefeito Nailton Oliveira e o ex-deputado Sandro Mabel também são pré-candidatos.

Sobre a quantidade de interessados, o deputado minimiza: “Ficaria triste se não tivesse candidato, mostraria que o PMDB está enfraquecido, ao contrário, hoje temos quatro pré-candidaturas, nomes ilibados, pessoas respeitadas e políticos com folha de serviço prestada”.

Contudo, fez questão de exaltar seu nome, citando, inclusive, apoio dos colegas peemedebista na Alego. “Estou preparado, tenho apoio da bancada, da militância do PMDB, de prefeitos, vereadores e estou percorrendo o Estado de Goiás”, sustentou. Para ele, a preferência — mesmo com a indefinição — é que o partido chegue ao dia 24 de outubro com “chapa única”.

Questionado sobre a relação de Daniel Vilela com o empresário e ex-peemedebista Júnior Friboi, José Nelto foi contundente nas críticas, mas cuidadoso na ligação.

“Não quero fazer nenhuma relação entre o passado, um passado triste de negociata [se referindo a Friboi], com Daniel Vilela. Tenho maior respeito e acho que se ele ganhar vai desempenhar bom trabalho. O que eu não posso admitir é que forças externas, forças que não tem nada mais a ver com o partido, pelo contrário, era chamado cavalo de Troia, voltarem a dar palpite no PMDB”.

Embora haja quatro pré-candidatos, a disputa pelo PMDB goiano está mesmo entre Daniel e Nelto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.