José Nelto diz que previdência é “problema dos governadores” e diretor da Goiasprev discorda

Para Fábio Resende, troca de responsabilidade atrasaria ainda mais aprovação do texto e provocaria “colcha de retalhos”

Foto: Reprodução/Goiasprev

O deputado federal por Goiás José Nelto (Podemos) defende que a responsabilidade pela reforma da Previdência seja transferida para os Estados e cada ente federativo faça a sua. Questionado sobre possível estresse, o parlamentar afirmou que o governo tem que assumir desgastes mesmo. “Problema dos governadores”, diz.

Já o diretor de Gestão, Planejamento e Finanças da Goiás Previdência (Goiasprev), Fábio Resende, vê essa possibilidade com certa preocupação. “Quando se coloca uma reforma para cada Estado fazer pode acontecer uma colcha de retalhos no Brasil”, observa.

Segundo Fábio, até hoje as reformas foram verticalizadas, tanto com FHC quanto Lula. Dessa forma, o diretor observa que é melhor já vir pronta até pela facilidade de aplicação.

“Se transferir, que tipo de regra mínima vai ter? Será que os Estados proporiam regras ainda mais severas?”, questiona. Para ele, se houver ao menos um norte, a ideia de Nelto pode ser razoável, apesar de ainda defender que seja feita em nível federal. “Por exemplo: a idade mínima será de X a Y e o Estado escolhe dentro dessa regra”, exemplificou.

Atraso

Outro ponto citado por ele é o atraso desta reforma considerada tão importante. “Atrasaria ainda mais trazendo para o Estado e já estamos com problema de tempo”, diz e reforça: “É melhor que venha verticalizada, especialmente em relação às regras de aposentadoria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.