José Mário Schreiner defende Sistema S: “É um trabalho eficiente, e não é um recurso público”

Parlamentar é contrário à intenção do Governo Federal que pode inviabilizar atuação de entidades 

Foto: Reprodução

O deputado federal José Mário Schreiner (DEM) se posicionou contrário à intenção do Governo Federal de cortar em até 50% os recursos destinados às instituições que qualificam e prestam assistência a trabalhadores de diversas categorias. Segundo ele, “quem fala em corte não conhece o trabalho das entidades do Sistema S”. O deputado diz ainda conhecer de perto o trabalho prestado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), que atende e qualifica trabalhadores do campo.

“O Sistema S tem trabalhos relevantes e que, sem dúvida, governo federal, governos estaduais e muito menos governos municipais dariam conta de realizar. É um trabalho eficiente, e não é um recurso público. Quem contribui é a própria atividade: a indústria, o comércio, a agricultura e o transporte”, defendeu o deputado goiano, que também é técnico em Agronomia e Agrimensura.

O Sistema S é composto por nove instituições – Sesi, Senai, Sesc, Senac, Sest Senat, Sebrae, Senar e Sescoop – e atua, prioritariamente, nas áreas de educação básica, ensino profissionalizante, saúde e segurança do trabalho e qualidade de vida do trabalhador. (Com informações da Agência do Rádio Mais)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.