AD

João de Deus vai dividir cela com outros três presos no Núcleo de Custódia de Aparecida

O médium foi preso, após se entregar em uma estrada de chão, em Abadiânia

Foto: divulgação

O médium João de Deus, preso neste domingo, 16, suspeito de abusar sexualmente de centenas de mulheres, deve ser levado para uma cela do Núcleo de Custódia, área de segurança máxima do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

Em coletiva, o delegado-geral da Polícia Civil, André Fernandes, informou que o líder religioso será encarcerado depois de ser interrogado na Delegacia de Investigações Criminais (Deic) e passar por exames de corpo de delito, no Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

Ele vai dividir cerca de 16 metros quadrados com outros três presos, que são advogados. De acordo com André Fernandes, a cela, conhecida como Sala do Estado Maior, é pintada de bege e possui apenas quatro camas de metal e destinada para detentos advogados. Possui também uma janela com grades e  um banheiro com um vaso sanitário e um chuveiro.

Ainda segundo o delegado, só são permitidas a entrada de materiais de limpeza e higiene pessoal e as roupas devem ser obrigatoriamente da cor branca.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.