“JBS é uma empresa como outra qualquer”, diz presidente da CPI dos Incentivos. Entenda

Alvaro Guimarães aposta em cassação da liminar que impediu empresário Wesley Batista Jr de depor em CPI. “Se eles não querem vir, certamente não querem falar aquilo que queremos ouvir”

Álvaro Guimarães: se não disputar a Prefeitura de itumbiara, pode ser candidatro a presidente da Assembleia | Foto: Divulgação

Conforme mostrado pelo Jornal Opção, o presidente da CPI dos Incentivos Fiscais na Assembleia Legislativa, deputado Álvaro Guimarães (DEM), aguarda o resultado da cassação da liminar que impediu o empresário Wesley Batista Jr, da JBS, de prestar depoimento para os membros da Comissão.

A decisão provavelmente será proferida na segunda-feira, 4 de novembro. À reportagem, o parlamentar disse que espera que a derrubada da liminar ocorra “para que esse pessoal venha aqui [Assembleia Legislativa] e não mande nenhum de seus assessores”. “Eles precisam respeitar essa CPI”, pontuou Guimarães.

“Os nossos interrogatórios são de alto nível e a gente espera que a nossa comissão continue procedendo da mesma forma, trazendo aqui a JBS que é uma empresa como outra qualquer. Se eles não querem vir, certamente não querem falar aquilo que queremos ouvir. Vamos continuar nessa missão de derrubar a liminar para que eles, dentro de poucos dias, possam depor”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.