Jardel Sebba acusa oposição de promover protesto em Catalão

Manifestantes pediram melhorias em serviços públicos, como na saúde e infraestrutura. Vice-prefeito Rodrigo Carvello e deputado Adib Elias foram citados pelo tucano

Moradores de Catalão saem em protesto | Foto: Portal/Catalão

Moradores de Catalão saem em protesto | Foto: Portal/Catalão

A mais de um ano das eleições municipais a cidade de Catalão, a 246 quilômetros de Goiânia, vive animosidade no ambiente político. Uma grande manifestação iniciada no início da noite de quarta-feira (4/2) mobilizou centenas de milhares de moradores, que reclamaram da prestação de determinados serviços públicos.

Entre as reivindicações, estão falhas na coleta de lixo e no fornecimento de água, além dos cortes de gratificações de servidores comissionados. Problemas na saúde e de infraestrutura também foram lembrados pelos manifestantes.

Vereadores da oposição ao prefeito Jardel Sebba (PSDB) participaram do ato. Entre eles os peemedebistas Gilmar Antonio Neto, Sargento Anísio, Jurandir da Silva, Daniel do Floresta, Deusmar Barbosa, Vanderval Florisbelo e Paulo Moreira do Vale, o Paulinho (PMN).

Comenta-se até sobre um pedido de impeachment do tucano, que troca acusações com adversários — como o vice-prefeito Rodrigo Alves Carvello, o Rodrigão (SD), e o deputado Adib Elias (PMDB). Os três são cotados para disputar o Paço Municipal em 2016.

O tucano acusa os dois por supostos desvios no Instituto de Previdência e Assistência Social aos Servidores de Catalão (Ipasc) e contratação de serviço de má qualidade para a implantação de asfalto. Questiona também o ex-presidente da Câmara de Vereadores Deusmar Barbosa de não devolver o duodécimo da Casa ao Poder Executivo.

Nas últimas 12 horas, Jardel Sebba publicou uma série de 15 postagens em seu perfil do microblog Twitter. “Fizeram o movimento fora Jardel em Catalão. Motivo: falta de cargos que recebiam sem trabalhar, fazer o que? Só os desmamei, nada mais”, disse.

O Jornal Opção Online não conseguiu contato com Rodrigão Carvello e Adib Elias, para que os dois pudessem comentar o caso.

4 respostas para “Jardel Sebba acusa oposição de promover protesto em Catalão”

  1. Bruno disse:

    Esse Jardel Sebba, é muito engraçado birou chacota em aki.em Catalão e região!!! Kkkkkkkkk. O pior Prefeito da história de Catalão…#fato

  2. Catalano disse:

    A cidade de Catalão esta acabamdo,prefeitura individada não tem credito pra comprar nos comercio,a empresa corpus que fazia coleta de lixo foi embora falta de pagamento,empresa samma abandonou a cidade por falta de pagamento saúde sucateada,cidade emburacada,creches fechando falta do repasso dos convênios,prefeitura pagando divida em gráfica da cidade de material politico do filho de prefeito e etc.

  3. Adnaldo disse:

    Como Jardel disse é a oposição, na foto mostra bem a quantidade de oposicionistas que ele tem.

  4. Monia Calaça Tavares disse:

    O prefeito Jardel fala que não existem motivos para a população se manifestar contra ele, mas por que então ele não responde as perguntas que todo mundo está fazendo:

    O senhor não considera as constantes greves dos médicos da Santa Casa, situação nunca antes vivenciada pelos cidadãos de Catalão, motivo suficiente para uma manifestação, haja vista que o problema foi notícia até no Bom Dia Brasil e por muito menos que isso os cidadãos de Coari, no Amazonas, incendiaram a casa do prefeito?

    O senhor considera o estacionamento rotativo (Área Azul) uma de suas maiores realizações, afinal melhorou o fluxo de veículos no centro da cidade e democratizou o acesso às vagas de estacionamento. Mas por que em Catalão é praticado o maior preço nas praças onde a Explora Park atua (Andradina/SP – R$ 1,00 por hora; Apucarana/SC – R$1,40; Tubarão/SC – R$1,25)? Por que o senhor acredita que o povo de Catalão deva pagar mais caro do que a população dessas outras cidades?

    Na campanha para a prefeitura o senhor falava que o diferencial da sua gestão seria o planejamento, algo inexistente nas gestões anteriores. No entanto o senhor levou nove meses para descobrir que o Rodrigão era incompetente e demiti-lo da Seinfra; ampliou o horário de atendimento da Farmácia Municipal, mas deixou faltar remédio; deixou pacientes com tratamento fora de Catalão sem transporte por falta de gasolina nos veículos da Secretaria de Saúde; levou pelo menos seis meses para constatar que a Corpus estava executando um serviço aquém do que a prefeitura pagava… entre outros exemplos. O que faltou: planejamento ou competência?

    Recentemente a TV Anhanguera noticiou que os apartamento do programa “Minha Casa Minha Vida”, no bairro Maria Amélia, estavam prontos há mais de um ano, mas não eram entregues aos beneficiários por falta de rede de esgoto. Seu secretário de Comunicação colocou a culpa na gestão anterior, que teria informado à Caixa Econômica e existência de rede de esgoto no local, e que a atual gestão estava fazendo fossas coletivas para entregar os apartamentos, sendo que ficariam prontas em menos de uma semana. Afinal, qual a justificativa para sua gestão levar mais de um ano para descobrir que não existia rede de esgoto no local?

    Em campanha, o senhor propôs ampliar o Programa de Saúde da Família (PSF) em Catalão, justamente por esse programa apresentar um melhor índice de atenção básica a saúde de seus usuários, ou seja, é melhor para o povo do que o modelo de Unidades Básicas de Saúde (UBS). No entanto, agora o senhor só fala em UBS, o que foi que mudou?

    Sendo o senhor um prefeito tão bom, tão trabalhador, fazendo uma gestão inovadora e revolucionária, a que atribui a votação vexaminosa obtida pelos candidatos apoiados pelo senhor aqui em Catalão na última eleição?

    Mais uma vez o senhor está em Goiânia para conseguir, junto ao Governo do Estado, verbas para a reforma do ginásio internacional. Por que agora o povo de Catalão deveria acreditar que as obras vão sair, haja vista que a mesma reforma foi anunciada várias vezes e nunca foi terminada?

    Recentemente o senhor processou um cidadão de Catalão por escrever em redes sociais que o senhor seria estelionatário, o que é uma acusação falsa, haja vista a prescrição do processo que o acusava de desvio de recursos. No entanto, contraditoriamente, o senhor sempre cita a Operação Ouro Negro para denegrir seus adversários, em especial o ex-prefeito Adib Elias, mas a referida operação foi considerada ilegal e o processo anulado, situação semelhante ao seu caso, ou seja, em ambas as situações o Estado perdeu o direito de punir. Por que o senhor continua fazendo uso desse expediente? Nesse caso, o senhor não acha que esse cidadão processado merece um pedido de desculpas, afinal ele só fez a mesma coisa que o senhor faz todo dia?

    O senhor atribui toda e qualquer crítica a sua gestão de recalque de viúva desmamada. O senhor realmente acredita que todos que o criticam são mesmo viúvas ou pode ser gente de bem que simplesmente se decepcionou com o senhor, que se frustrou com a promessa de renovação feita em campanha, que lhe deu o voto de confiança para realizar seu sonho de administrar Catalão, mas que se arrependeram por constatar que o senhor se preocupa mais em denegrir os adversários e puxar saco do governador do que com a administração da cidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.