Itajá terá nova eleição para prefeito em 2021

TSE entendeu que o atual prefeito, Renis César, reeleito em 15 de novembro iria exercer um terceiro mandato na cidade

O prefeito terá que deixar o cargo por decisão do TSE | Foto: Reprodução

Por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prefeito reeleito de Itajá (GO), Renis César de Oliveira (DEM) não poderá tomar posse em 1º de janeiro de 2021 e serão convocadas novas eleições no ano que vem. Segundo entendimento do TSE, o prefeito teria o terceiro mandato consecutivo, o que não é permitido pela lei brasileira. A decisão foi proferida na madrugada deste sábado, 19.

Renis foi vice-prefeito da cidade no período de 2012 a 2016 e durante este mandato ele exerceu o cargo de prefeito por 12 dias. Em 2016 foi eleito prefeito e agora em 2020 foi releito. No entendimento do TSE, a partir de 2021 seria exercido o terceiro mandato como chefe do executivo de Itajá. Com a decisão do TSE será convocada nova eleição em 2021.

O prefeito Renis César diz que acatou a decisão e já está trabalhando na composição de uma chapa para apoiar na eleição do ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.