Ex-prefeito teria vendido áreas para empresa espanhola por R$ 13 milhões

Em depoimento, representante do grupo Euroamérica, Juan Angel Zamora Pedreño, não citou nomes dos responsáveis por alertá-lo sobre a venda de lotes na capital

Iris Rezende vendeu áreas para Euroamérica sem licitação

Conforme CEI das Pastinhas, ex-prefeito teria vendido áreas para Euroamérica sem licitação | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Sem citar nomes, o representante do grupo Euroamérica, Juan Angel Zamora Pedreño, disse em depoimento nesta segunda-feira (31) à CEI das Pastinhas que “corretores do mercado imobiliário” da capital indicaram os serviços de Adriano Theodoro Dias Vreeswijk e Jonas Henrique Lobo Guimarães, sócios-proprietários da Athrio Arquitetura e fiscais de edificação da Prefeitura de Goiânia.

A dupla de servidores públicos municipais realizaram três projetos arquitetônicos para a multinacional. Os “corretores” seriam as mesmas pessoas responsáveis por informa-lo sobre o processo de venda de 13 lotes da prefeitura nas avenidas PL-3 com PL-2 e as ruas PL-4 com PLH-2 e 1. Sete foram repassados sem licitação. As áreas nas quadras H-5 e H-6 custaram R$ 5 e R$ 7 milhões, respectivamente.

O martelo foi batido em junho e outubro de 2007 e estão quitadas. Iris Rezende (PMDB) era o prefeito da época.

Neste momento do depoimento — que teve mais de 1h30 — houve controvérsia: enquanto a comissão apresentou documento em que a Euroamérica solicitava a compra de 13 lotes, Pedreños falava na aquisição de apenas seis.

Leia mais:
“Relacionamentos foram sempre profissionais”, diz advogado da Euroamérica
Empresários culpam gestão de Iris por irregularidades na emissão de alvarás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.