Iris e Caiado criticam atual situação do Estado em reunião com apoiadores do interior

Infraestrutura, fornecimento de energia elétrica e segurança pública foram tratados pelos pré-candidatos, que vão ser oficializados em convenção na semana que vem

Integrantes da chapa majoritária, composta por PDMB, DEM e Solidariedade, reforçaram o entusiasmo quanto à campanha eleitoral para o pleito deste ano. Em reunião na manhã desta sexta-feira (27/6), com lideranças de mais de 20 cidades do interior goiano, os pré-candidatos a governador Iris Rezende, e a senador, Ronaldo Caiado, listaram dificuldades enfrentadas pela atual gestão estadual.

O Jornal Opção Online apurou que o fornecimento de energia elétrica e a área da Segurança Pública foram alguns dos pontos citados. “Ninguém mais tem coragem de colocar uma cadeira no passeio e sentar para ficar tranquilo”, pontuou Iris Rezende.

O decano peemedebista ainda lembrou aos partidários de ações que beneficiaram municípios durante seus mandatos como governador, assim como o do prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, quando esteve à frente do Estado. Um exemplo dos benefícios citados foi a privatização da antiga usina hidrelétrica de Cachoeira Dourada. Segundo o pré-candidato ao Palácio das Esmeraldas, foi isso que levou o desenvolvimento ao interior. A unidade geradora de energia foi privatizada em setembro de 1997, por meio de leilão público, pelo valor de R$ 820 milhões, na época em que Maguito Vilela era governador.

Já Ronaldo Caiado teceu críticas a promessas feitas por um secretário do atual governador, mas sem citar nome.

Conseguir votos

Iris Rezende aproveitou a oportunidade para pedir aos militantes que consigam votos para o candidato ao Senado de sua chapa. “Onde eu tiver um voto, quero um voto [também] para Ronaldo Caiado e Armando [Vergílio, deputado federal pelo Solidariedade], que é meu vice. O Ronaldo Caiado veio [compor com a gente] sem eu ter nada nas mãos”, destacou, completando que também é preciso ajudar a eleger deputados estaduais e federais. Vale destacar que, ao votar no líder peemedebista, o eleitor automaticamente estará elegendo Armando Vegílio ao cargo de vice.

Armando Vergílio chegou ao escritório de Iris Rezende momentos depois da reunião, às 11h43. Ao Jornal Opção Online, o parlamentar afirmou que a aliança que será oficializada em convenção coletiva na próxima segunda-feira (27) apresenta um “novo grupo”, que possui “tradição política” e está tendo “boa receptividade”.

Pré-candidato a vice-governador de Iris Rezende (PMDB), Armando Vergílio chegou após final de reunião com lideranças do interior

Pré-candidato a vice-governador de Iris Rezende (PMDB), Armando Vergílio (à direita, de azul) chegou após final de reunião com lideranças do interior

Presidente do Solidariedade em Goiás, o pré-candidato a vice-governador relatou que um dos motes na campanha será a apresentação de propostas acerca da recuperação da capacidade de produção e de investimento no Estado, sem a necessidade de empréstimos.

Armando Vergílio comentou ainda sobre a formação de chapa pura do pré-candidato do PT ao governo, o ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide. “Ele não conseguiu convencer os outros partidos, mas boa sorte para ele. No segundo turno estaremos juntos, em torno de Iris Rezende”, arrematou.

Os deputados estaduais Lívio Luciano, Paulo Cezar Martins e Samuel Belchior –– presidente estadual do PMDB ––  também acompanharam as conversas.

Deixe um comentário